• Alex Silva

Como cuidar do câmbio automático em 5 passos


Ter um carro automático e deixar de passar as marchas é o sonho de muita gente. O que nem todo mundo sabe é que o câmbio automático exige uma série de cuidados preventivos, que se não forem feitos pode levar a grandes prejuízos. A vantagem é que prolongar a vida útil do câmbio automático pode ser possível com atitudes simples do dia a dia.


Como fazer a manutenção preventiva do câmbio automático

Apesar de muito importante, a manutenção do câmbio automático é simples e pode ser feita com 5 atitudes básicas.

Trocar o lubrificante da transmissão do câmbio automático

No manual do carro o motorista pode encontrar as especificações das fabricantes quanto a periodicidade da troca desse líquido. Em caso de lubrificante mineral, as trocas costumam ocorrer com 30 mil km, enquanto que em os lubrificantes sintéticos devem ser substituídos com 50 mil km. O consumidor também pode ficar atento aos sinais de que o óleo engrossou e precisa ser trocado. Entre eles estão a perda de performance do veículo e a trepidação em arrancadas.

Verificar o líquido do radiador

O líquido do radiador refrigera a transmissão e o arrefecimento do motor pode causar prejuízos. Por isso, em caso de superaquecimento, o câmbio pode ser prejudicado. Portanto, é recomendado verificar sempre os líquidos da transmissão e do radiador com o motor funcionando e na temperatura normal. Caso o líquido baixe em um curto período de tempo, é recomendado verificar possíveis vazamentos.



Utilizar o câmbio automático do modo correto

Pequenas e simples atitudes podem colaborar para a manutenção do câmbio.

Uma delas é puxar primeiro o freio de mão antes de colocar na posição P (Park) na hora de estacionar. A ação reduz o desgaste excessivo no câmbio automático e evita os trancos. Além disso, é recomendado também, ao estacionar, aguardar que o veículo pare totalmente antes de intercalar entre as posições D(Drive) e R(Ré), o que pode prolongar a vida útil do câmbio.


Usar o Freio Motor

Ao realizar descidas íngremes, é recomendado colocar o câmbio no modo manual e deixar em uma marcha inferior. Assim, o motorista protege o desgaste do freio e o esforço extra no câmbio automático.

Estacionar em morros com o freio de estacionamento

Ao parar em uma ladeira, é interessante que o motorista acione primeiramente o freio de mão, para então colocar na posição P (Park). Além disso, é importante ter em mente que para sair, o motorista deve fazer o inverso, acionar a posição D (drive) e só então soltar o freio de mão. Essa simples atitude promete evitar o travamento do câmbio no P, ocasionado devido ao peso do carro.

Chegou a vez do câmbio automático


Um estudo feito pela Bright Consulting, prevê que, em 2019, o mercado brasileiro venderá mais carros zero-quilômetro com transmissão automática do que modelos com tipo de transmissão manual. Apesar de todo o conforto, o modelo automático pode ser o causador de grandes prejuízos uma vez que a troca de uma transmissão deste tipo pode custar cerca de R$5 mil reais ou mais. Sendo assim, é ainda mais recomendado realizar todos os cuidados que visem o prolongamento da vida útil do câmbio automático.

Link da matéria https://diarioprime.com.br/carros-hibridos/manutencao/como-cuidar-do-cambio-automatico-em-5-passos

0 visualização

Taubaté - SP

(12) 3413-1700

A AHM Corretora de Seguros Ltda. é uma corretora de seguros que atua em estrita observância à legislação securitária. Registro SUSEP n.º 10.2027978.7 | CNPJ 23.103.607/0001-00. - Política de Privacidade | ©2020 por AHM Corretora de Seguros.